h1

Sobre o blog

abril 23, 2012

Olá a todos,

O blog está em preocesso de mudança, além de noticias sobre PI e Tecnologia, serão divulgadas diversas informações sobre Inovação, Empreendedorismo e Start-ups. Estes, passam a ser,este ano, também pilares do NIT nó TIC. Caso queira participar, comente nossas notícias ou envie um email para mim, marcelonovaes@dcc.ufba.br, com algo que lhe interesse sobre esses assuntos.

Por fim, visitem com frequência as seções Notícias sobre Inovação e Empreendorismo e Noticias sobre Propriedade Intelectual para manterem-se informados e a seção Atualizações para a coletânea de postagens do blog.

Atenciosamente.
Marcelo Pereira Novaes

Anúncios
h1

Inovação e Empreendedorismo em nível mundial

agosto 10, 2012

2100 pessoas de diferentes regiões do mundo reunidas para discutir empreendedorismo, inovação e capacidade de realização. Esse é Encontro Mundial de Empresas Juniores ( Junior Enterprise World Conference  – JEWC ) que está acontecendo na linda cidade de Paraty no estado do Rio de Janeiro desde o dia 06 até 10 e que estou fazendo parte. Organizado pelas confederações Brasileira e Européia de empresas juniores, conta com empresas de 14 estados brasileiros e diversos países da europa, são estudantes das diversas instituições de ensino superior acredito com uma média de 21 anos integrantes das empresas juniores. Impressionante neste evento, marco nas história do movimento empresa junior é que diferente de outros  não é um hotel que hospeda o evento, mas sim a cidade, onde paraty passou a ser a “cidade Jewc”. São trinta pousadas espalhadas pela cidade hospedando todos os congressistas.

Foto de Paraty – onde acontece anualmente a famosa FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty.

Salão principal do JEWC,

Um pouco mais sobre o evento é que ele está dividido em três pilares, três cores que representam desde a logo às palestras. São estes “evolua”, “empreenda”, “transforme”
a programação dividida um tema para cada dia de palestras segue esse roteiro. Acontecem palestras, rodadas de discussão, laboratório para empreendedorismo que estou
participando e palestras nacionais e internacionais que comovem o público de empresários juniores com palestras de liderança, atitude e boas iniciativas.

No dia do “empreenda”, mostraram como o empreendedorismo pode ser usado para mudar a realidade que vivemos e o que precisamos para empreender.
Pelo o que foi falado aqui, muito menos do que pensamos. Aqui encontrei muitas pessoas que já empreenderam e dão dicas agora, estão empreendendo, estão procurando alguém para investir e o mais comum: muitos querendo começar sua própria startup.

“Eu não tinha uma visão de empreendedorismo boa antes do movimento empresa júnior, no evento tem muita gente fazendo muita coisa e eu deveria estar neste meio também, eu realmente estava acomodado. O JEWC me fez ter uma noção de até onde eu posso chegar.” diz Wanderson da Optimus Jr. empresa de Engenharia de Controle e Automação da Universidade Federal da Bahia, também representada no evento.

A área de TI da universidade federal da bahia está representada no evento pela Empresa Júnior de Informática UFBA Associação Civíl, a conhecida Infojr UFBA da qual faço parte. São 22 membros dos quais sete estão em paraty, divulgando produtos,procurando inovações,analisando tendências de mercado,
conseguindo contatos e convidando os empresários de TI e interessados a participarem da Semana de Computação da UFBA.

Eu, mais à direita, com alunos de empresas juniores da UFBA.

Hoje houve uma reunião de empresas de TI, trocou-se experiência, dicas, sugestões, dúvidas. Foi comentado da possibilidade de projetos em conjunto com outras empresas e discutida as diferenças de tecnologias utilizadas.

O evento programado para terminar dia 10/08  já deixa saudade, mas ao mesmo tempo motivação para transformar o Brasil.

h1

Semana de Computação da UFBA

julho 24, 2012

Acontecerá de 03 a 06 de Outburo a Semana de Computação da Universidade Federal da Bahia.

O NIT é parceiro do evento e assuntos como Inovação, Empreendedorismo e propriedade intelectual do software serão temas certos deste evento.

Observação para a participação de palestrantes muito ligados a área de inovação como a Prof. Cristina Quintella atual coordenadora do NIT/UFBA e Prof. Sérgio Calvacante do CESAR e ligados ao empreendedorismo como o Prof. Nívio Ziviani da UFMG que já teve uma startup comprada pela Google.

Segue uma apresentação do evento:

A SEMCOMP (Semana de Computação da UFBA) visa movimentar a comunidade de computação da Universidade Federal da Bahia. Possuindo como seu subtema a frase “connecting the dots” o evento propõe a ligação dos pontos entre a academia e o mercado, bem como os pontos sociais entre professores, alunos e a comunidade de TI local.

Em sua primeira edição irá propor palestras com figuras importantes no cenário nacional da inovação, empreendedorismo e computação, além da promoção de minicursos e atividades  que promovam a capacitação técnica de seus participantes quanto  as mais novas tecnologias do mercado.

O objetivo do evento é trazer para seus participantes a  noção de como a computação está se relacionando com as diversas áreas do conhecimento humano através de pesquisadores e empresas que estão inovando nesta área para que possam compartilhar seus resultados com os presentes. É esperado que com essa facilitação do contato entre a comunidade e as empresas/pesquisadores possam surgir projetos que gerem resultados além do evento.

LOCAL , DATA e HORA

O evento será realizado de 03 à 06 de Outubro de 2012. Todas as atividades serão realizadas na Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia e no Cento de Processamento de Dados, Localizada na Rua Aristides Novis, 02, Federação, CEP 40240-360, Salvador. As atividades terão início às 9:00 sendo finalizadas as 19:30.

Mais informações: 

Site: www.infojr.com.br/semcomp

Fanpage: http://www.facebook.com/semanacomp

Twitter: https://twitter.com/Semcompufba

h1

Desafio Brasil 2012

julho 3, 2012

Mais informações: http://desafiobr.com.br/site/participe/

Sumário Executivo   | Elevador Pitch

h1

Concurso Ideias Inovadoras 2012

julho 1, 2012

Regulamento   |  Edital

Mais informações: http://www.fapesb.ba.gov.br/?page_id=8680

h1

Semanada

junho 6, 2012

Começo com uma matéria que saiu na Forbes faz um tempo, mas como ela é citada muitas vezes vale a pena trazer aqui.

Seu título é 10 Startups que estão mudando o mundo e o que podemos aprender com elas.

Cada um pode tirar uma lição diferente, trouxe aqui as do Ilya Pozin que fez a matéria, adicionado minhas observações e interpretações na tradução:

1 ) Instagram  – Popular aplicativo de compartilhamento de fotos tinha uma comunidade de nada menos que 50 milhões de pessoas. Sem orçamento de marketing o Instragran confiou quase totalmente que a sua comunidade de fãns fanáticos espalhassem pelo mundo, e foi vendido pelo facebook por não menos que um bilhão de dólares.

Lição: Faça uma comunidade, alimente-a e os usuários vão comercializar você.

2)2tor – Parceiro de grandes universidades dos EUA tem a missão de transformar a educação online sem a perda de qualidade. Tornou-se líder no mercado “escola como um serviço”.

Lição: Reforma na indústria é possível, ela apenas precisa de um pensamento criativo.

3) Global Giving – Tem transformado a maneira como as pessoas investem em desenvolvimento mundial. É uma rede em que doadores financiam projetos base em todo o mundo. Conseguiram mais de 65 milhões de dólares e fundaram mais de 5000 projetos.

Lição: A possibilidade de criação de uma rede social que movimente as pessoas em prol das questões sociais.

4) Pinterest – Site que permite o compartilhamento de imagens de modo fácil e rápido através de uma espécie de quadro público com as postagens. Com uma crescente comunidade que compartilha milhares de coleções visuais, Pinterest tem re-inventado a rede social.

Lição: mantenha seu site simples e de fácil uso e os usuários se aglomerarão.

5) Airbnb – Empresa de aluguel de casas e espaços para viagens. Apesar de ter ocorrido um problema grave de relações públicas envolvendo uma casa assaltada e o serviço de clientes, eles reagiram investindo no serviço ao cliente, proteção institucional para o dono da casa e agora está mais popular do que nunca.

Lição – um problema de relações públicas é apenas um problema de relações públicas se for uma exceção.

6) Square – Ferramenta de uso de cartão de crédito em aplicativos móveis.

A empresa confiou no crescimento da base de usuários fornecendo o aparelho e o app de graça  e gerando pequenas receitas com as transações.

Lição: muitas vezes oferecer seu produto de graça pode ser uma passagem para a geração de grandes receitas.

Obs: vale a pena dar uma olhada no vídeo de apresentação do produto , muito interessante.

7)  Zappos.com – A empresa mais popular empresa de comércio de sapatos online possuía a premissa de foco nos clientes e o resto virá. Ela redefiniu o conceito de serviço ao consumidor.

Lição: Seja legal para seus clientes e eles serão legais para você.

8) BetterWorks – Website voltado a ter um espaço onde as empresas valorizariam os seus funcionários.

Obs: O site fechou, de acordo com o CEO na página principal do site, eles foram incapazes de sustentar o mercado grande o suficiente e fecharam as portas. De todo modo vale a lição apontada: Acredite nos seus funcionários, eles são o seu negócio.

9) Docstoc – Integra o mundo social aos documentos profissionais. Começou como um site de depósito e compartilhamento de arquivos, foi o primeiro a permitir que usuários vendessem seus documentos upados, encorajando os profissionais de negócio a participar e por fim, tendo um time de advogados e pessoas da área de negócios escrevendo conteúdos originais.

Lição: Modelos de receita não devem ser estáticos. Eles devem crescer junto com a empresa.

10) Better Place – Startup que pensa no futuro, ela pretende construir toda a infraestrutura de transporte para veículos elétricos. O veículo elétrico se dirigiria para uma das sedes da empresa e lá seria realizada a troca de bateria para o funcionamento do veículo, assim é o vídeo apresentado pela empresa.

Lição: ele nos ensina a visar os mercados futuros e desenvolver produtos que podem ser viáveis planos de negócio.

[Fim da matéria]

Trazendo para o contexto local temos relacionado à Startups  :

Startup Weekend aqui em Salvador, em agosto.

O que é a Startup Wekeend : (Link)
Pré-inscrição para o evento : (Link)

Salvador Startups: nova associação de empreendedores de salvador voltada a fomentação de novas ideias, parcerias e ação.
Canvas da associação: (Link). Página no Facebook: (Link)
Chamada para o primeiro encontro: (Link) . Já foi realizado um segundo encontro em (30/05).

Bahia Empreende: (Link)

O Bahia Empreende será um evento com foco no fomento à inovação, empreendedorismo e criação de startups na Bahia.

O público alvo são empreendedores, pessoas interessadas em empreender, investidores e todos interessados em melhorar o ecossistema de empreendedorismo e inovação na Bahia.

Por fim, sobre Empreendedorismo o professor e autor co-autor do conhecido livro The Startup Owne’s Manual,  Steve Blank, postou essa semana  um vídeo interessante sobre: Startup x Pequeno négocio.

Sobre Propriedade Intelectual do software a troca de acusações entre Microsoft e Nokia x Google ganhou repercussão.

Dando um feedback sobre as notícias do mês passado o INPI abriu para consulta pública o exame de patentes de software e a FVG juntamente com a  USP enviaram um documento deixando claro a posição contrária as mesmas.

O documento inicia apontando a ilegalidade da proposta do inpi. São feitas também críticas a como esta hoje especificado o procedimento, erros de concordância e como a documentação é confusa em alertar o que é patenteado pela instituição.

A posição contrária pode ser encontrada em várias partes do texto como durante a análise do cenário estadunidense:

” Dado o cenário que se desenha nos E.U.A., a expansão dos critérios de avaliação de patentes pelo
INPI para incluir as patentes de software no Brasil nos parece ser um retrocesso para a
indústria de software nacional.”

Por fim, sobre P.I. em geral, há uma matéria muito interessante falando sobre uma  série de produtos criados em 72h  por brasileiros , com a ajuda do INPI, virarão patentes.

Algumas delas:

Reducha – um novo conceito para aquecimento de água em chuveiros utiliza a bomba de calor, que transporta a energia disponível no ambiente para o banho e reduz o consumo de energia em até 80%.
Evergreen – sistema de drenagem feito com placas modulares de resinas poliméricas que, fixadas ao chão, são capazes de absorver até 50% mais água. É uma excelente solução para evitar enchentes.
Twin bags – sacos plásticos multipartidos e destacáveis que facilitam a separação do lixo orgânico dos materiais recicláveis. Assim, em uma única lixeira é possível ter dois compartimentos separados, identificados por cores diferentes, auxiliando a identificação para o sistema de coleta pública.
Adulteste – teste simples e rápido que avalia qualitativamente a gasolina e o percentual de álcool presente que servirá como indicador de adulteração de combustível.
B.O.A.T. – teste simples e rápido para pessoas leigas avaliarem a potabilidade da água em suas próprias casas. Esta inovação gera duas patentes: teste de água e a embalagem.

h1

Bem vindo ao “Inovação, Empreendedorismo, Software e Propriedade Intelectual: Modelos e Desafios”

maio 19, 2012

Este blog é uma iniciativa do nó TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) do Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT/UFBA. Tem dois objetivos principais: (i) discutir os benefícios e malefícios dos vários modelos de propriedade intelectual para software e (ii) divulgar a cultura de inovação e empreendedorismo na área de TIC.

(i) Propriedade Intelectual do Software.

Devido às peculiaridades de desenvolvimento de software, que muitas vezes incorporam resultados científicos amplamente divulgados em revistas, conferências e mesmo na Internet, muito se tem discutido acerca da in(adequação) de modelos convencionais utilizados em outras áreas (como patentes para processos industriais, por exemplo). Sendo o modelo de software livre uma excelente alternativa em muitas situações, sabe-se, por outro lado, que o Brasil tem grande saldo negativo no pagamento de licenças e ‘roialdes‘ de software. Nesse contexto, outros modelos, como registros no INPI e patentes, poderiam resultar em melhor benefício social, e para a UFBA em particular. Sem partir de qualquer pré-concepção sobre tais modelos, nosso objetivo é o de alimentar esse debate – que servirá de balizamento para a postura a ser adotada pelo NÓ TIC do NIT/UFBA-, ajudando os membros da UFBA (professores, estudantes e funcionários) a encontrarem aqui informações valiosas para adotarem os modelos que melhor protejam os interesses sociais e da universidade e inventores em particular.

(ii) Inovação e empreendedorismo

A inovação e empreendedorismo são os meios eficazes de transformar conhecimento gerado na Universidade em benefícios sociais, especialmente na área de TIC. Uma forma de se atingir tais objetivos é através da criação de empresas que nascem de invenções realizadas na UFBA, chamadas startups, gerando dinamismo na economia local e nacional. Através de startups, muitos polos tecnológicos têm se organizados no mundo e no Brasil, onde se reúnem diversas atividades de pesquisa e desenvolvimento, em institutos e centros de pesquisa, empresas e universidades, que facilitam os contatos pessoais e institucionais, produzindo uma economia de aglomeração do desenvolvimento tecnológico. Esses pólos tecnológicos (ou tecnopolos) de hoje representam o que eram as grandes regiões industriais na primeira revolução industrial, sendo grandes impulsionadores das economias onde se instalam.

Sejam bem-vindos

Raimundo Macêdo
Prof. Titular, DCC/IM UFBA
Coordenador do NÓ TIC do NIT/UFBA

h1

INPI Negócios começa com atendimento em Salvador

maio 18, 2012

O INPI inicia formalmente o programa INPI Negócios, no próximo dia 21, em Salvador, com um serviço de consultoria a empresários do estado. Neste dia, o pesquisador do INPI da área de contratos, Jorge Lameiras se reunirá com oito inscritos no programa para orientá-los sobre como garantir a produção de um bom contrato envolvendo marcas e franquia. O encontro acontecerá na representação do INPI em Salvador.

O INPI Negócios tem por finalidade garantir a oferta de serviços de apoio em contratos de tecnologia nas unidades descentralizadas do Instituto. É voltado para o públido que normalmente não utiliza o serviço de atendimento presencial do INPI no Rio de Janeiro. Esse público é composto basicamente pelas pequenas e médias empresas e gestores dos núcleos de inovação tecnológica.

O próximo encontro será no dia 28 deste mês, em Belo Horizonte. Lá o serviço será voltado para os contratos de exploração de patentes e desenho industrial.

Lembrando que o INPI é o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual.
[Clique aqui para saber mais sobre o instituto.]